Desenvolvido dentro da ideologia “clean label” (em tradução livre “rótulo limpo”) é um produto sem conservantes, sem derivados animais e livre de glúten. Priorizando o uso de ingredientes simples e naturais.
(41) 3081-8662
contato@naodequeijo.com.br

Rótulos dos Alimentos

Ao ler os rótulos de alimentos nos deparamos com diversas informações e termos que não entendemos ou são mal compreendidas, como light, diet, integrais, glúten. Mas afinal, você sabe o que significa cada indicação dos alimentos que consome?
Pra começar, um ponto é muito importante! Sempre foque na quantidade de gorduras, sódio e fibras do produto. Esses são itens determinantes quando o assunto é qualidade. Segundo a Anvisa, os ingredientes do alimento aparecem na ordem decrescente de quantidade, portanto, se procura um item integral, veja se o primeiro ingrediente é realmente a farinha integral. Tenha atenção especial quando o açúcar e as gorduras constarem no topo da lista. Pessoas com restrições alimentares precisam estar ainda mais atentas à composição dos alimentos.
Vamos entender o que há nas embalagens?
– SEM LACTOSE: Aparentemente o produto não deveria conter leite, entretanto, há diversos produtos no mercado que utilizam o leite em suas preparações e acrescentam uma enzima, denominada lactase, que faz com que a pessoa que tenha INTOLERÂNCIA À LACTOSE possa consumir.  Entretanto, esses alimentos não podem ser utilizados pelas pessoas que apresentam ALERGIA À PROTEÍNA DO LEITE, que não podem consumir qualquer tipo de produto que contenha leite (queijo, biscoitos, doces). E para o produto ser nomeado conforme anvisa como SEM LACTOSE, basta ele ter na sua composição no máximo 100mg de lactose até 100g de produto produzido.
– SEM GLÚTEN: Há uma enorme dificuldade sobre o Glúten na rotulagem, pois não há legislação na Anvisa que determine o critério que deve ser utilizado. Muitas empresas optam por colocar a informação “Contém Glúten” por medo de contaminação cruzada. O glúten é mais um tipo de proteína presente no trigo, aveia, centeio, cevada e até no malte, que em pessoas com INTOLERÂNCIA AO GLÚTEN causa mal estar e distúrbios intestinais. Mas a ALERGIA AO GLÚTEN pode levar a morte. Por isso as empresas, com seus alimentos industrializados, acabam preferindo colocar “contém glúten” em suas embalagens por conta da contaminação cruzada. Hoje em dia, apenas empresas que trabalham somente com alimentos sem glúten podem colocar em suas embalagens “Zero Glúten” ou “Não contém glúten”. Mas sempre deve-se ler no rótulo do alimento as informações. “Pode conter traços de glúten” não causará muitos problemas para alguém que tem intolerância leve, mas para quem tem alergia, isso pode levar a morte.
– PRAZO DE VALIDADE: Atente-se à data especificada no produto, compre sempre os mais recentes que estão nas prateleiras. Eles geralmente estão escondidos no fundo, para que os antigos sejam vendidos primeiro. Um alimento vencido pode causar distúrbios alimentares, alergias e mal estar. Fique sempre atento, e veja na embalagem se após aberto o tempo de validade é reduzido. Outro fator essencial é o modo de conservação evitando contaminações e a proliferação de bactérias e fungos. Agora você pode ler os rótulos de alimentos e rapidamente entender se aquele produto é bom para você ou não, ou se é apenas marketing para atrair mais consumidores.
Gostou? Compartilhe!
Acompanhe a gente nas Redes Sociais!
fb.com/naodequeijo
instagram.com/naodequeijo 
#Rótulo #RótulosAlimentos #PrazoDeValidade #PãodeQueijo #PãodeQueijoSemQueijo #NãodeQueijo #PãoDePolvilho #Vegano #Vegan #Vegetariano #Saudável #AlimentosFrescos #Vegano #SemGlúten #SemLactose #SemConservantes #SemDerivadosAnimais #SemCorantes

Post a Comment