Desenvolvido dentro da ideologia “clean label” (em tradução livre “rótulo limpo”) é um produto sem conservantes, sem derivados animais e livre de glúten. Priorizando o uso de ingredientes simples e naturais.
(41) 3081-8662
contato@naodequeijo.com.br

Rótulos de alimentos veganos

Você sabe ler o rótulo de um alimento e dizer quais são os ingredientes listados que vieram de fontes animais? Se não sabe, é bom ficar atento aos rótulos de alimentos veganos.

Muitos ingredientes de alimentos “considerados” veganos ou vegetarianos são, na verdade, derivados de animais. Por isso, quem tem uma dieta mais restrita não pode descuidar no momento de decidir quais marcas e estabelecimentos consome, sua procedência e credibilidade em relação a produção e toda sua cadeia, como ingredientes, transporte, armazenamento, etc.

Mas se você não sabe de cor, como é possível descobrir quais os ingredientes são derivados animais e como se proteger disso?
Sempre: aprenda a ler rótulos dos produtos antes de comprar. Quer ver um exemplo de descuido comum? Muitas sopas de legumes industrializadas contém massas, que contém ovos. Batatas fritas congeladas podem conter banha e leite. Arroz instantâneo pode conter gorduras e proteínas animais. Marshmallows e balas de goma contém gelatina. A lista é longa e surpreendente, preparados?

Lista de ingredientes não veganos nos rótulos dos alimentos

Existem famílias de produtos escondidas em vários alimentos, sendo estes usados como ingredientes, reativos, ou estabilizadores do alimento.

-Laticínios: É a família de produtos derivada de animais que você mais vai encontrar em rótulos. Não estamos falando apenas de leite e queijo, mas de ingredientes não muito conhecidos e que são derivados do leite. A lista inclui a caseína, caseinato, soro de leite, lactalbumina, lactoferrina lactoglobulina, lactose, lactulose, nougat, Recaldent, oughee e paneer.

-Coalho: Para herbívoros que ainda não tenham deixado os laticínios para trás, o coalho é uma fonte potencial de ingestão de ingredientes derivados de animais. O coalho é um agente coagulante usado para fazer queijo, geralmente de origem bacteriana e que pode ter sua origem do estômago de animais. Pode ser que você encontre na lista de ingredientes o nome da bactéria, e a partir do nome da pra pesquisar a origem (se é animal ou vegetal).

-Gelatina: A gelatina é um ingrediente que vem de cascos, pele, e tendões de vários animais. Comumente encontrada em marshmallows, chicletes, balas de goma, e até na cápsula de revestimento de certos medicamentos.

-Açúcar: O açúcar integral, açúcar orgânico, açúcar de beterraba, e o açúcar mascavo, não são processados com pedaços de animais. Já alguns açúcares de cana refinados (brancos), são filtrados através de ossos de animais queimados afim de branqueá-los. Não é o consumo direto de ingredientes animais, mas é tão ruim quanto.

-Aspartame: Durante a fabricação de aspartame, parte das reações químicas dependem de uma enzima que vem dos rins dos porcos. Alimentos que tem esse tipo de ingrediente incluem refrigerantes, adoçantes de baixas calorias, gomas de mascar, xarope, doces e geleias, barras nutricionais, bebidas e sucos, em geral.

-Álcool: Algumas bebidas alcoólicas incluem açúcar, como cerveja e vinho. Mas além disto, outros ingredientes de origem animal também são utilizados na sua produção, como as proteínas do leite, gelatina, ossos, proteínas do ovo e ictiocola (feito de bexigas de peixe).  Mas não são somente estes, dependendo do tipo de bebida, outros ingredientes de origem animal podem ser incluídos na receita.

Se a lista “acaba” aqui? Não.  Por isso, cada vez que você comprar um alimento, pesquise cada ingrediente. Aqui listamos alguns ingredientes que ficam “escondidos” nos rótulos, mas existem muitos outros. Ser vegano ou vegetariano não é uma tarefa fácil. Por isso fique atento ao rótulo! Em pouco tempo você terá uma lista de produtos e ingredientes de origem animal que não deve comer e saberá controlar e de fato o que está ingerindo na sua dieta.

Dicas valiosas, dá uma espiadinha e diz pra gente o que você achou!
Já segue a Não de Queijo nas redes sociais?
instagram.com/naodequeijo
fb.com/naodequeijo

Post a Comment