Desenvolvido dentro da ideologia “clean label” (em tradução livre “rótulo limpo”) é um produto sem conservantes, sem derivados animais e livre de glúten. Priorizando o uso de ingredientes simples e naturais.
(41) 3081-8662
contato@naodequeijo.com.br

Porco vegetal: uma nova aposta vegana!

A Impossible Foods lançou dois produtos do seu portfólio na CES 2020. Em um concorrido evento para a imprensa, o CEO e fundador da empresa Patrick Brown apresentou a carne de porco e a linguiça que são produzidas na base de vegetal.

Ele ressaltou que porco é a terceira proteína animal mais consumida nos Estados Unidos, e uma das principais em mercados da Ásia e da Europa, e que algumas culturas, como judaica e muçulmana, não consomem essa carne. Os dois produtos têm certificação kosher (que obedece à lei judaica) e halal (islâmica).

“Muitas culturas usam a carne de porco em pratos tradicionais. Para nós, ter um impacto nesses mercados é quase uma necessidade pela nossa ambição de substituir a produção de carne animal até 2035. Expandir nosso impacto globalmente é uma parte principal desse objetivo. Os consumidores que adoram pratos feitos tradicionalmente com porco finalmente poderão servir suas famílias sem o catastrófico impacto ambiental”, afirma o CEO e fundador da Impossible Foods.

Os produtos estão sendo apresentados aos participantes da CES ao longo desta semana e, posteriormente, a linguiça estará disponível em 139 unidades do Burger King nos Estados Unidos por tempo limitado no Impossible Croissan’wich, sanduíche oferecido no café da manhã. A rede já comercializa lanches com o hambúrguer vegetal da Impossible Foods, o Impossible Whopper.

Salsinha será vendida por tempo limitado em 139 lojas do Burger King (crédito: Impossible Foods)

A Impossible Foods disputa um novo mercado com empresas como Beyond Meat, Tyson e Kellogg. Os novos produtos não contêm glúten, hormônios animais ou antibióticos, e têm menos calorias e gorduras do que produtos feitos com proteína animal. Na lista de ingredientes estão água, proteína de soja concentrada, óleo de coco e óleo de girassol.

“Somos realmente, no coração, uma empresa de tecnologia”, afirmou David Lee, diretor financeiro da Impossible Foods, ao Ad Age durante a CES. A companhia começou em 2011, e o Impossible Burger chegou ao mercado em 2016. O Burger King começou a vender o Impossible Whopper em 2019.

 

 

Fonte: Meio e Mensagem.

Post a Comment