Desenvolvido dentro da ideologia “clean label” (em tradução livre “rótulo limpo”) é um produto sem conservantes, sem derivados animais e livre de glúten. Priorizando o uso de ingredientes simples e naturais.
(41) 3081-8662
contato@naodequeijo.com.br

O futuro da beleza, é vegano!

Tem muita gente que quer um pedacinho desse futuro. Celebridades, de Millie Bobby Brown a Lady Gaga, lançam suas marcas de beleza vegana. Recentemente a Hilary Duff anunciou parceria com a canadense Nudestix para a criação de uma linha de maquiagem totalmente plant-based, chamada Daydream. Com esse movimento, gigantes da indústria “não cruelty-free”, como L’Oréal e Avon, desenvolvem itens livres de produto animal e, no Brasil, graças à categoria de beleza natural/sustentável, o número de marcas, que antes conseguíamos contar nos dedos, se multiplica a cada ano. Care Beauty, Be Plus Natural Care, Quintal, Face It, bom, a lista é enorme.

Até os grandes grupos de beleza (que fazem testes em animais) parecem concordar que hoje não há mais espaço e nem razão que justifique o surgimento de marcas não veganas ou não cruelty-free. Chegaram a conclusão que nenhum produto de maquiagem, pele ou cabelo perde em performance ou segurança por ser livre de testes ou ingrediente animal. O haircare da Moroccanoil, 100% cruelty-free, os esmaltes da Mavala, todos veganos, e o famoso Better Than Sex Mascara, rímel best-seller da Too Faced, de fórmula plant-based, provam isso. A boa notícia é que devemos ter cada vez mais exemplos como esses e não precisa ser vegano para consumir e apoiar a beleza do bem. A seguir, o que há de mais quente em cada área do nicho.

LOW BUDGET E VEGANA
O último lançamento da Quem Disse Berenice é a base Aqua, vegana e com embalagem mais sustentável – feita de plástico vegetal, produzido a partir da cana-de-açúcar. A Love Beauty and Planet é outro nome vegan friendly de beleza para procurar em mercado, farmácia, entre outros. Recém-lançada no Brasil, a marca é vegana e 95% dos ingredientes das fórmulas são naturais.

MARCAS DE LUXO LIVRES DE TESTES
Eis a categoria mais escassa da beleza cruelty-free.  Uma vez que as grandes grifes de luxo (sem exceção) vendem na China continental e, assim, realizam testes em animais por lei. Existem três nomes que não deixam esse tópico vazio: Le Labo, Charlotte Tilbury e Victoria Beckham, que acaba de estrear no mundo da maquiagem. Também tem: Tata Harper, Herbivore, Goop e em todas as marcas de clean beauty que estão mudando o conceito de luxo.

 

MARCAS NACIONAIS DO BEM
Muito diferente há cinco anos atrás, hoje não só temos muito mais marcas, como o nicho do vegano-natural-sustentável está mais acessível e mais desenvolvido. A Almanati, com suas fórmulas de skincare ultra especiais, acaba de lançar linha de maquiagem; a Feito Brasil e a Quintal inovam com fórmulas mais tecnológicas e embalagens incríveis. Orgulho total e mala cheia!

 

 

Fonte: Vogue.

Post a Comment