Desenvolvido dentro da ideologia “clean label” (em tradução livre “rótulo limpo”) é um produto sem conservantes, sem derivados animais e livre de glúten. Priorizando o uso de ingredientes simples e naturais.
(41) 3081-8662
contato@naodequeijo.com.br

As dificuldades das dietas de restrição.

Se com restrições alimentares causadas por alergia e gostos pessoais já torna a tarefa de comer fora um pouco mais complicada, imagine para quem tem uma dieta específica, como veganos e vegetarianos.

Em uma sociedade que valoriza muito e que tem a cultura da carne animal, como a brasileira, comparecer a eventos ou mesmo pegar um voo mais longo podem ser desafios.

-“Minha maior dificuldade é comer fora e ter opções saudáveis. Sempre desconfio do garçom, pois eles dizem que os pratos não têm nada de caldo de galinha, de carne, mas sempre têm”, garante Felipe Villela, que está indo estudar International Food & Agribusiness na Faculdade HAS University, na Holanda.

Para fugir do desconhecimento dos profissionais, o jeito encontrado é invadir a cozinha e questionar o próprio chef.

É sempre um grande desafio comer em restaurantes. Outro problema é encarar o preconceito e a falta de conhecimento ao comer na casa de outras pessoas.

Veganos afirmaram ter dificuldade também em relação a falta compreensão. Às vezes o garçom oferece frango, peixe ou um feijão que tem bacon e dizem “mas é só tirar”.  Infelizmente, para quem não quer encarar o desconhecido, a solução é muitas vezes comer em casa.

Outro desafio do pessoal de quem optou por retirar a carne do prato é a parte social. Festas de casamento ou formaturas nem sempre oferecem cardápios para quem segue a ideologia. O jeito encontrado pelos entrevistados é comer antes ou depois do evento.

Companhias aéreas começam a se adaptar ao estilo de vida

Quando o assunto é tirar os pés do chão e voar, os vegetarianos já têm opções para não passar fome dentro dos aviões. Gol e Avianca possuem opções direcionadas para o público que não consome carnes. Na primeira, o serviço de bordo é cobrado à parte. Na segunda, a oferta começou em 2012 e inclui um menu com vegetais, frutas frescas e legumes. Os passageiros com voos que durem mais de 60 minutos devem sinalizar a restrição no momento da compra sem custo adicional.

Tam e Azul também têm cardápio que prestigia os vegetarianos. No entanto, o serviço só está disponível para voos internacionais. Pães, mandioca, saladas, frutas e tofu estão entre algumas das ofertas da Azul. Todos os serviços devem ser solicitados com antecedência. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) ressalta que não regula o cardápio oferecido pelas companhias e que o serviço de bordo é opcional.

E você, enfrenta algum tipo de dificuldade em relação a sua dieta? Então divide com a gente!

 

Post a Comment